IOpEx
CATEGORIAS

Lean Construction X Construção Industrializada

O que é industrialização na construção e por que investir nisso?

Você sabe que a industrialização na construção brasileira sofre com um problema crônico de produtividade. Construir mais em menor tempo, com custos previsíveis, sem comprometer a qualidade e a sustentabilidade ainda é um desafio gigante.

Para superar essa dificuldade, nos últimos anos, algumas práticas positivas foram adotadas. Entre elas, podemos citar a racionalização de processos e a mecanização das atividades no canteiro.

Só que transformar definitivamente uma realidade marcada por desperdícios, retrabalhos e falta de controles só é possível com a industrialização na construção. Esse é o caminho a ser trilhado se quisermos atingir patamares de produtividade equiparáveis aos países mais desenvolvidos.
 

O que é uma construção industrializada?

A industrialização na construção se dedica a transformar o canteiro de obras em uma linha de montagem, semelhante ao que ocorre em outras indústrias como a automobilística.

Para isso, baseia-se na aplicação sistemas pré-fabricados, que chegam ao canteiro prontos para serem montados.

Entre as vantagens dessa forma de produzir, podemos citar:

  • Otimização do tempo e redução do prazo de execução;
  • Ganho de qualidade, consequente de controles mais rigorosos na produção;
  • Uso de matérias-primas selecionadas;
  • Sustentabilidade, decorrente da diminuição do desperdício e da sujeira na obra;
  • Menor demanda por mão de obra;
  • Maior controle sobre os custos e sobre a execução;
  • Menos ajustes e improvisos;
  • Maior precisão geométrica;
  • Maior potencial de desmontagem uma vez terminado o ciclo de vida da edificação.
     

Como pensar em industrialização ainda na fase de projeto?

A industrialização na construção exige que os projetos sejam mais detalhados do que os usados em construções convencionais. Um fator importante visando a competitividade financeira dessa solução é tirar partido da padronização, da modularidade e da quantidade de repetições.

Atenção especial deve ser dada à fase de detalhamento da geometria das peças que irão ser produzidas na fábrica. Como várias das peças de uma estrutura têm um certo número de repetições, algum erro detectado apenas na fase de montagem pode implicar em perdas consideráveis.

Outro forte impacto do processo de industrialização nas obras acontece na logística do canteiro. A planta de produção deve ser pensada como uma linha de montagem, racionalizando-se distâncias de transporte dentro da obra, locais de armazenamento, etc.
 

Lean Construction X Construção Industrializada

A industrialização por si foca de maneira mais intensa nas otimizações, reduções e ganhos, principalmente com a utilização de materiais, equipamentos e recursos que ajudem a alcançar estes indicadores.

Lean Construction também tem como base a ideia de se industrializar os processos de uma obra ou de um projeto, porém ela vai muito além disso, além não foca apenas nas otimizações, reduções e ganhos, mas, principalmente na mudança de filosofia de gestão, na eliminação dos desperdícios, no fluxo dos processos, na redução da variabilidade e dos tempos de ciclo, na resolução rápida dos problemas, na melhoria contínua, entre outros princípios.

Então, considere a construção industrializada como parte da Lean Construction, afinal de contas o principal foco não está apenas nos resultados, mas na mudança de cultura, afinal de contas ter um processo ou outro industrializado e dando resultados é bem diferente de ter uma empresa enxuta com pessoas que vivem esta filosofia da melhoria contínua.

 


13/05/2020 07:21

Adicionar Comentário

Facebook Addthis



O campo comentário deve ter ao mínimo 10 caracteres. *

() Comentários